ARQ!BACANA e FOLHA: Prefeitura de São Paulo quer lançar operação Lapa-Brás; projeto foi apresentado em maio de 2010.

Texto tirado do site – http://www.arqbacana.com.br

Juntamente com mais duas operações urbanas, a Mooca-Vila Carioca e a Rio Verde Jacu, a operação Lapa-Brás foi apresentada em maio do ano passado (2010) pela Prefeitura de São Paulo. O objetivo de todas as operações era basicamente o mesmo: transformar áreas degredadas da cidade com o auxílio de um pouco de planejamento urbano; a operação Lapa-Brás, mais especificamente, tinha um alvo principal: eliminar a dificuldade de mobilidade entre os dois bairros – existente em virtude da barreira física da ferrovia, que os separa.

Divulgação

De acordo com o projeto, a superação da barreira ferroviária se daria por meio de seu rebaixamento, transformando-a num sistema subterrâneo desde a Lapa até o Brás – numa extensão aproximada de 12 km. Na superfície, a proposta prevê uma via de porte estrutural, mas com características urbanísticas diferenciadas – com parques e ciclovias. A implantação dessa via, ainda, criaria condições para a demolição do Elevado Costa e Silva e a revitalização de seu entorno.

Segundo uma matéria publicada na Folha.com no dia 3 de abril, a proposta ainda deve demorar a sair do papel, mas, a Prefeitura dá os primeiros sinais de que ela pode sim vir a se concretizar: o edital para projetos deve sair ainda nesta primeira semana de abril – e deve ter prazo de inscrição prolongado até março de 2012 – e os estudos ambientais e de tráfego estão sendo encomendados. Confira as informações publicadas na íntegra da matéria:

A orla ferroviária que corta a Lapa (zona oeste de São Paulo) é considerada uma barreira para o mercado imobiliário na região. Mas a Operação Urbana Lapa-Brás poderá mudar isso.

“Um dos principais objetivos é enterrar os 12 km da via ferroviária e reconstruí-la no subsolo”, diz Vladir Bartallini, superintendente de desenvolvimento da SP Urbanismo. Mas isso ainda deve demorar para acontecer. “Nesta primeira semana de abril, a prefeitura divulgará o edital para projetos. Estamos contratando estudos de impacto ambiental, de tráfego, de adensamento e de drenagem para criar a lei da operação.”

A previsão da prefeitura é receber os projetos até março de 2012.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s