Arquivo da tag: Exposição

archdaily | São Paulo é escolhida para sediar a Bienal Iberoamericana de Arquitetura e Urbanismo de 2016

Por  do Archdaily Brasil.

A cidade de São Paulo acaba de ser eleita a sede da Bienal Iberoamericana de Arquitetura e Urbanismo (BIAU) de 2016, evento promovido pelo Ministério de Fomento do Governo da Espanha, juntamente com o Conselho Superior de Arquitetos da Espanha.

Superando a candidatura do Porto, São Paulo será a primeira cidade brasileira a receber o evento, que terá uma programação repleta de atividades acadêmicas, exposições e apresentações de projetos.

Esta é a segunda vez que a BIAU é realizada em território lusófono – a primeira vez foi em 2008, quando Lisboa recebeu o evento – e contará com o apoio do Governo Federal Brasileiro e da Prefeitura de São Paulo. A coordenação do evento ficará a cargo do Departamento de São Paulo do Instituto de Arquitetos do Brasil – IAB-SP.

O Conselho Reitor da Bienal também convidou os arquitetos Ángela García de Paredes e Ignacio García Pedrosa a assumirem como comissários da edição de 2016 – a dupla lidera desde os 1990 o escritório Paredes Pedrosa Arquitectos, tendo já uma carreira reconhecida e muita experiência na área curatorial.

Anúncios

O Centro Cultural Correios apresenta exposição das obras do Escritório Ramos de Azevedo

Para marcar as comemorações dos 460 anos de São Paulo, o Centro Cultural Correios apresenta, de 17 de janeiro a 17 de março, a Exposição “Escritório Ramos de Azevedo: a arquitetura e a cidade”, com fotos, desenhos e plantas que revelam a história da equipe por trás de um dos grandes nomes da arquitetura paulista e seus projetos que contribuíram para a modernização da cidade em franco crescimento.

 Organizada pela Restarq/Via das Artes, com o apoio da Lei Rouanet – Lei Federal de Incentivo à Cultura -, a mostra tem como objetivo levar a público arquivos desconhecidos pela maioria da população e até inéditos, que retratam as transformações de São Paulo de 1886 a 1965.

divulgação

 Serviço:

Exposição “Escritório Ramos de Azevedo: a arquitetura e a cidade”
Período: 17 de janeiro a 17 de março de 2015
Local: Centro Cultural Correios São Paulo – Av. São João, s/nº – Centro
Telefone: (11) 3227-9461
Entrada franca 
Horário: de terça a domingo, das 11h às 17h.
Visita monitorada: terças a domingo, das 11h às 17h.

Informações e agendamento de visita monitorada: tel. (11) 5083 4360 ou pelo e-mail viadasartes@viadasartes.com.br

Oscar Niemeyer é tema de exposição gratuita no Itaú Cultural | Catraca Livre

Por Redação Catraca Livre em 30 de Maio de 2014

Crédito: Conteúdo Comunicação
O pensamento de Oscar Niemeyer da prancheta para o espaço expositivo do Itaú Cultural

Acompanhe o pensamento de Oscar Niemeyer (1907-2012) quando se debruçava em sua prancheta de trabalho, durante a exposição“Oscar Niemeyer: Clássicos e Inéditos”. A mostra fica em cartaz de 5 de junho a 27 de julho no Itaú Cultural, e apresenta pela primeira vez o conjunto da obra do arquiteto, exibindo projetos que registram sua trajetória, além de outros inéditos que nunca saíram do papel. A entrada é Catraca Livre.

Realizada em parceria com a Fundação Oscar Niemeyer, a mostra exibe mais de 300 obras, ocupando os três andares do espaço, com plantas, croquis e desenhos originais, filmes e fotos. Completam o circuito, sete maquetes, quatro delas inéditas e uma eletrônica, que apresenta o projeto para sede da Companhia Energética de São Paulo (CESP).

Agenda:

Quando: de 05 de Junho até 27 de Julho de 2014                  

Onde: Espaço Itaú Cultural | Avenida Paulista, 149 São Paulo _ (11) 2168.1736

Quanto: Entrada Gratuita

Portal G1 – Casas antigas estão abertas para visitação em São Paulo

Rodeada de árvores e escondida no Morumbi, fica a Casa de Vidro, projetada e construída por Lina Bo Bardi. A arquiteta italiana viveu nesse lugar até o fim da vida.

A residência conserva móveis originais projetados por Lina, e quase nada foi modificado internamente. No banheiro, ainda estão frascos de perfume usados por ela, e em todos os cantos há objetos que fizeram parte da vida da arquiteta e do marido, Pietro Maria Bardi.

A Casa de Vidro foi construída em 1951, quando o bairro ainda não tinha luz nem água encanada. Em 1987, foi tombada pelo Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico, Arqueológico e Turístico do Estado de São Paulo) e, desde então, abriga a sede do Instituto Lina Bo e P.M. Bardi.

A visita pode ser feita mediante agendamento pelo e-mail pesquisa@institutobardi.com.br. É cobrada uma taxa de R$ 20 por pessoa, e a visitação dura aproximadamente 1 hora.

Fundação Ema Klabin
Ao lado de uma via movimentada no Jardim Europa, bairro nobre de São Paulo, está a casa da Fundação Ema Klabin. São 900 metros quadrados projetados nos anos 1950 para ser a residência de Ema Klabin e reunir seu acervo de obras de arte. A residência foi inaugurada em 1960 e, após a morte da moradora, passou a ser a sede da instituição que leva seu nome e também de um museu com a coleção particular reunida por Ema durante a vida. O imóvel é aberto para visitação pública.

Ema era filha de imigrantes italianos, apreciadora de música e arte, e começou a adquirir suas obras em viagens para a Europa e os Estados Unidos, além comprar peças de colecionadores brasileiros. Sem herdeiros, no final de sua vida, ela decidiu criar a fundação para que suas obras pudessem ser vistas pelo público. No site emaklabin.org.br, estão os eventos que acontecem na casa – uma boa oportunidade para ver as obras e o mobiliário de Ema.

A visitação acontece às sextas-feiras, das 14h às 17h, sem necessidade de agendamento. De terça a quinta, é necessário agendar e pagar uma taxa de R$ 10. Aos sábados, também há apresentação musical, com visitação livre das 14h às 16h30.

Casa Modernista
A Casa Modernista é considerada a primeira obra de arquitetura moderna do Brasil. Ela foi projetada em 1927 e construída em 1928 pelo arquiteto de origem russa Gregori Warchavchik, para ser sua residência.

Segundo o site do Museu da Cidade de São Paulo, a obra era tão impactante para a época que, para conseguir aprovação na prefeitura, o arquiteto apresentou uma fachada toda ornamentada e, quando foi finalizar a obra, alegou falta de recursos para completar essa parte.

Não há mobiliário na casa, que abrange exposições e outras atividades culturais organizadas pela Prefeitura de São Paulo. Em um dos quartos, dá para ver uma pintura original feita para os filhos do casal de proprietários.

Ao longo dos anos, a residência sofreu algumas modificações arquitetônicas, até ser tombada em 1984 pelo Condephaat. Atualmente, o imóvel recebe atividades culturais e está aberto à visitação pública e gratuita de terça a domingo, das 9h às 17h.

Plataforma 91
A casa mais antiga visitada pelo G1 fica no bairro Bela Vista, na região central de São Paulo, e foi construída em 1911. Com grandes salas e quartos ocupados por alguns móveis originais, a Plataforma 91 recebe exposições temporárias e oficinas de arte.

O casarão tem algumas heranças deixadas pelos antigos moradores, como um cilindro de aço enterrado no quintal com jornais, fotos e outros registros do ano em que foi construído. A residência está localizada na Rua Major Diogo, 91, e fica aberta para visitação quando há alguma exposição.

Não utilizar sem autorização do Instituto Lina Bo Bardi (Foto: Instituto Lina Bo e P.M. Bardi, São Paulo, Brasil/Guilherme Tosetto/G1)
Mobiliário criado por Lina Bo Bardi na Casa de Vidro (Foto: Instituto Lina Bo e P.M. Bardi, São Paulo, Brasil/Guilherme Tosetto/G1)
Fundação Ema Klabin, São Paulo (Foto: Guilherme Tosetto/G1)
Exterior da Fundação Ema Klabin (Foto: Guilherme Tosetto/G1)
Casa Modernista, São Paulo (Foto: Guilherme Tosetto/G1)
Detalhes da Casa Modernista (Foto: Guilherme Tosetto/G1)
Casa Plataforma, São Paulo (Foto: Guilherme Tosetto/G1)
Casa Plataforma 91 (Foto: Guilherme Tosetto/G1)

CATRACA LIVRE: São Paulo celebra a 9ª Bienal Internacional de Arquitetura.

Texto tirado do site – http://catracalivre.folha.uol.com.br/

Além da OCA, unidades do Sesc, escolas de arquitetura e estações de Metrô da capital paulista abrigam mostra.

A OCA, um dos maiores símbolos da arquitetura de São Paulo, é palco, até 4 de dezembro, da 9ª Bienal Internacional de Arquitetura, apresentando o tema “Arquitetura para todos – construindo cidadania”.

Publicação relacionada: ARQ!BACANA: NonaBia abre as portas na OCA do Ibirapuera.

Ao todo estão expostos cerca de 400 projetos realizados em mais de 30 países e 20 estados brasileiros, divididos em 20 exposições. A OCA receberá também oficinas de projetos e ateliers internacionais, além de 13 seminários técnicos, 11 fóruns de debate, lançamentos de livros e exibições diárias de filmes no festival “Cinema e Arquitetura”.

A curadoria fica por conta de Valter Caldana, e enquanto a exposição estiver em cartaz, a mostra se extenderá por unidades do Sesc do interior, escolas de arquitetura – Belas Artes, Escola da Cidade, FAAP, FIAM\FAAM, Mackenzie, Senac, Unicid, UnG, USP e estações de Metrô da capital paulistanas. No metrô Sé, República, Tamanduateí e Vila Prudente haverá exposições relacionadas ao impacto do metrô na vida das pessoas e na organização da cidade. Já as estações Luz, República, Paulista, Pinheiros, Tamanduateí e Vila Prudente foram escolhidas como “espaços de conexão”, exemplos da conectividade gerada pelo Metrô, que farão parte do evento.

Outra atividade que será promovida no decorrer da exposição é o Roteiro Paulistano da 9ª BIA, que percorre espaços significativos para a compreensão prática do tema da mostra. Por meio de votação, o público também poderá participar da construção do trajeto, completando a lista de 30 pontos. Já a praça Victor Civita deverá abrigar a escultura “Cidade Suspensa” e o Centro Cultural São Paulo, a exposição Baukultur: A cultura da Construção, tema do pavilhão da Alemanha na Bienal.

ARQ!BACANA: NonaBia abre as portas na OCA do Ibirapuera.

Texto tirado do site – http://www.arqbacana.com.br

Divulgação

Aconteceu ontem, 1º de novembro, o coquetel e uma cerimônia solene de abertura da mostra para autoridades, arquitetos e urbanistas e demais convidados. A abertura oficial da 9ª edição da Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo, a nonaBia, acontece hoje, dia 2 de novembro, a partir das 10h. 

Com o tema “Arquitetura para todos: construindo cidadania” e ocupando, pela primeira vez, o prédio da OCA, dentro do parque do Ibirapuera, em São Paulo, a Bia vai contar com exposições, oficinas de projeto, ateliers internacionais, seminários, fóruns de debates, além de eventos fora da OCA, como mostras nas escolas de Arquitetura e Urbanismo e em algumas estações de metrô, além de em algumas unidades do Sesc no interior do Estado.

A conferência de abertura da nonaBia acontece amanhã, dia 3 de novembro, com o arquiteto francês Dominique Perrault. O convidado vai apresentar seus projetos mais recentes no auditório Ibirapuera, às 14h. A entrada para este evento é gratuita – para as demais atrações da Bia, dentro da OCA, será cobrada entrada a partir de R$10. Além da conferência, Perrault realiza a curadoria da exposição oficial francesa na Bienal chamada “Metrópolis?”.

SERVIÇO:

9ª edição da Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo

OCA – Pavilhão Lucas Nogueira Garcez
Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº – Parque Ibirapuera
(11) 5083 4260 ou (11) 5083 4264

De 02/11 a 04/12 de 2011 _ terça a domingo das 10h00 às 22h00
Entrada R$ 10,00 / Estudantes R$ 5,00

Mais informações em www.nonabia.com.br

VISITE SÃO PAULO: Arquivo Histórico de São Paulo em exposição.

Texto tirado do site – http://visitesaopaulo.com/blog/

Com 40 itens do acervo entre documentos textuais, registros, livros de sepultamento e documentos gráficos como pranchas de arquitetura e fotografia, exposição foi aberta em 24 de setembro e vai até 21 de dezembro.

O Arquivo Histórico de São Paulo (AHSP), integrante do Departamento do Patrimônio Histórico da Secretaria Municipal de Cultura, apresenta entre 24 de setembro e 21 de dezembro de 2011, em sua sede, no Bom Retiro, a exposição Arquivo Histórico de São Paulo: a cidade e seus documentos. O evento oferece um panorama sobre a história da cidade de São Paulo entre os séculos 16 e 20 a partir de documentos do acervo.

A exposição Arquivo Histórico de São Paulo: a cidade e seus documentos apresenta uma ampla seleção de documentos do valioso acervo da instituição, que registra a história da cidade sob diferentes aspectos, incluindo não apenas reproduções, mas um conjunto de documentos originais de diferentes gêneros e períodos. A mostra está organizada em cinco blocos, em ordem cronológica, considerando os seguintes momentos: Colônia e Reino Unido, Império, Primeira República e Formação da Metrópole.

Os visitantes poderão conhecer um conjunto de 40 itens do acervo da instituição, produzidos ao longo de quatro séculos, entre eles, documentos textuais do século 16 selecionados entre as atas da Câmara da Vila de São Paulo, registros de alterações administrativas como a elevação da vila à cidade em 1711, livros com relações de sepultamentos realizados a partir do século 18; documentos gráficos variados como pranchas de arquitetura e fotografia destacam-se no conjunto reunido a partir do final do século 19. Estes permitem aos visitantes conhecer projetos de edificações particulares e públicas, e intervenções de grande vulto.

A exposição procura ampliar a difusão do acervo institucional estimulando o seu conhecimento, muitas vezes restrito a pesquisadores especializados, pelos paulistanos, seus cidadãos. Em especial, o evento é dirigido a estudantes de ensino fundamental e médio, para o qual foram preparados diversos meios de aproximação tendo como mediação os educadores.

Serviço

Exposição “Arquivo Histórico de São Paulo: a cidade e seus documentos”

Local:  Arquivo Histórico de São Paulo

Endereço: Edifício Ramos de Azevedo. Praça Coronel Fernando Prestes, 152, Bom Retiro (Próximo do Metrô Tiradentes)

Abertura: 24/09, 11h (Sábado)

Entrada: Gratuita

Temporada: Até 21 de dezembro de 2011

Visitação: Segunda-feira a sábado, das 10h às 16h30

Informações: www.arquivohistorico.sp.gov.br

Telefone: 11 3396-6000

Agendamento para visitas guiadas em grupo: educativoarq@prefeitura.sp.gov.br  ou 11-3396-6018