Arquivo da tag: Reformas

CAU-BR | 15 de Dezembro – Dia do Arquiteto e Urbanista

Hoje, 15 de Dezembro, é o dia nacional do Arquiteto e Urbanista. 

O CAU, Conselho de Arquitetura e Urbanismo, desenvolveu uma campanha para esta data com intuito não só de homenagear os profissionais, como também utiliza-lo como difusor a toda sociedade, desmistificando o profissional e demonstrando a importancia desta profissão para abrangencias de todas as escalas.

Veja o portal e o vídeo oficial da campanha. 

“A casa do tamanho do seu sonho, um projeto bem elaborado, uma obra realizada corretamente, com prazos cumpridos e sem desperdício de materiais. Esses são os desejos e as necessidades de quem quer construir ou reformar e que parecem impossíveis. Mas não são. Com a ajuda de um profissional especializado tudo isso é possível. O custo dos serviços de um arquiteto fica em torno de 10% dos gastos totais da obra, mas o conforto e a segurança não têm preço.

Com Dona Dalva foi assim. Uma importante mudança começou em sua vida quando ela viu sua casa, construída por leigos, na Zona Leste de São Paulo, quase ruir. Mesmo sem saber ao certo o que era um projeto arquitetônico, ela apostou todas as suas economias. Hoje ela vive feliz e sempre consulta os arquitetos que, com poucos recursos, construíram sua nova realidade: morar bem e com patrimônio valorizado.”

Apartamento Itararé _ Bastidores da Reforma

Trabalhar com os sonhos e expectativas de outras pessoas é uma grande responsabilidade. Junte isso a prazos e metas a serem cumpridas e aumenta ainda mais a pressão. Obra para muitos significa transtorno e imprevistos, mas para nós é a oportunidade de ver a satisfação com o resultado final e de sonho realizado estampados nos rostos de todos. É puro amor!

Veja o vídeo dos bastidores da Reforma.

Trilha: ‘Queen – Under Pressure’

Tecnologia faz espaço de apartamento ficar três vezes maior | CATRACA LIVRE

Reportagem publicada no portal catracalivre.com.br

60 metros quadrados é todo o espaço que o apartamento criado pelo projeto CityHome desenvolvido pela empresa de pesquisas americana MIT media lab mede. A habitação promete revolucionar qualquer espaço habitável, facilitando a vida de pessoas que necessitem de um local multifuncional, sem dispor de muito espaço.

Em uma área considerada mínima para se instalar o modelo, os desenvolvedores do CityHome conseguiram reunir tudo o que é necessário para se viver de maneira confortável.

MIT-LAB-CITYHOME-M-GEN

Nas habitações, o morador se sente como se estivesse morando em um espaço cerda de três vezes maior. Com uma caixa mecânica tecnológica localizada no centro do apartamento, ficam localizados diversos recursos que dão ao ambiente uma gama de funcionalidades. As funções somente são ativadas por meio de comando de voz ou aceno de mão do proprietário, podendo ser configuradas.

Com as ordens, é possível fazer a cama surgir da parte inferior do cubo ou a mesa de jantar aparecer em sua lateral. Além disso, o módulo pode se mover alguns metros em dois sentidos estendendo ou comprimindo o espaço de acordo com cada tipo de atividade realizada.

Quatro coisas sobre a Copa do Mundo no Brasil que poucos sabem, todos deveriam saber, e têm pouco a ver com futebol | ARCHDAILY

Por Romullo Baratto publicado em 24 de Junho de 2014

Apesar das controvérsias sobre a realização da Copa do Mundo no Brasil, um fato que é certamente positivo – e pouquíssimo divulgado – é que quatro dos estádios construídos para o evento esportivo somam 5,4 MW de produção de energia elétrica proveniente de células fotovoltaicas.

Estádio Mineirão – Belo Horizonte (1,4 MW)

39608pr130214-002d
Mineirão. Imagem © Leonardo Finotti

O Estádio Mineirão, localizado na cidade de Belo Horizonte, é o primeiro estádio de futebol do Brasil equipado com painéis fotovoltaicos em sua cobertura, com capacidade de 1,4 MW, operando desde maio de 2013. O Mineirão foi inaugurado em 1965 e submetido a enormes modificações para se adequar às normas da FIFA, tendo atualmente capacidade para 62. 170 torcedores.

O novo sistema solar, que custou de 12,5 milhões de euros, direciona a energia produzida para a rede elétrica local, ao invés de abastecer diretamente o estádio, gerando o suficiente para suprir a necessidade de aproximadamente 900 residências por ano.

 Estádio Nacional Mané Garrincha – Brasília (2,5 MW)

Est%c3%a1dio_nacional_de_bras%c3%adlia
Estadio Nacional Mané Garrincha. Cortesia de upsocl.com

 O novo estádio Mané Garrincha, com capacidade para 70.000 torcedores, conta com um sistema de captação de energia solar de 2,5 MW instalado no perímetro de sua cobertura. Outros aspectos importantes quanto à eficiência das instalações desportivas incluem um sistema de captação de água pluvial para sua reutilização e um sistema de iluminação com LEDs.

O estádio, que substituiu o antigo Estádio Mané Garrincha de Brasília, foi inaugurado em maio de 2013 e receberá uma série de jogos da Copa deste ano e diversos eventos das Olimpíadas do Rio em 2016.

 Arena Pernambuco – Recife (1,4 MW)

Arena_pernambuco-14
Arena Pernambuco. Imagem © Lanik do Brasil

Como todos os estádios construídos para o mundial, a Arena Pernambuco atende algumas normas de sustentabilidade ambiental como a captação de energia solar e água da chuva, ventilação natural e gestão de resíduos sólidos. Após servir aos jogos da Copa, será um equipamento multiuso destinado também a outros esportes, shows, feiras e convenções.

 Maracanã – Rio de Janeiro (500 kW)

Aerea_maracana_foto_erica_ramalho_img_6471
Maracanã. Imagem © Erica Ramalho

O projeto de remodelação, que respeita sua concepção original, incluiu a demolição completa do anel inferior para a construção de uma nova arquibancada com melhor visibilidade, a melhoria das monumentais rampas e a substituição de todos os assentos, além da instalação de uma nova cobertura que captará a água da chuva para reutilização. A fachada tombada pelo IPHAN permaneceu intacta.

Apesar dos avanços do Brasil em energia solar, há competidores da Copa do Mundo que não têm tanta sorte nesse aspecto. Uma ONG britânica informou que 11 dos países competidores produzem apenas o equivalente ou menos que o estádio de Brasília, destacando os desafios da pobreza energética.

Esse texto foi originalmente publicado no site upsocl.com com o título “Aqui hay 4 cosas del Mundial de Brasil que pocos saben y que todo el mundo deberias saber y tiene poco que ver com futebol”.

‘Mais Você’ alerta para nova norma para reformas em apartamentos

Trecho do Programa ‘Mais Você’ apresentado pela Ana Maria Braga, exibido em 28.05.2014 pela rede Globo, fala um pouco sobre a nova norma da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) que abrange diversos pontos que envolvem na hora de reformar seu apartamento. Confira!

Algumas ponderações:

Desde Dezembro de 2010 a classe de Arquitetos e Urbanistas se dissociaram do CREA e passaram a integrar seu próprio conselho de classe, o CAU (Conselho de Arquitetura e Urbanismo), que a partir da data citada é o órgão responsável por normatizar e fiscalizar a profissão de arquitetura.
Uma das mudanças de um conselho para o outro, foi a alteração da nomenclatura do documento que certifica responsabilidade técnica ao profissional que desenvolveu sua atividade, assim, na contratação de um arquiteto, deve-se exigir o RRT (Registro de Responsabilidade Técnica).

Isto posto, mesmo que não fosse exigido pela norma,  é de extrema importância que procure um profissional qualificado, seja engenheiro ou arquiteto, para que não só garanta segurança e qualidade técnica em sua obra, como também, no caso dos arquitetos, desenvolva o projeto junto a você do que será realizado, pois é através dele que é possível planejar todos os pontos importantes, tanto financeiros como logísticos e de funcionalidade, trazendo economia no custo final de sua obra e/ou reforma.